O Outubro Rosa acaba hoje, mas a prevenção não pode acabar

Escrito por Telma Lima
Categoria: Notícias Criado: Sexta, 30 Outubro 2015 23:01

Olá Amigas, Colegas, Companheiras, Irmãs, Olá Grupo de Mulheres Lindas, maravilhosas e cheias de vida!!!
Que Benção a vida... Que benção a saúde...
Estamos diante de uma bela parceria,
Deus criou e nós devemos preservar...
É isto mesmo... Deus criou e nós devemos preservar...
Mês de Outubro, todos sabem, se comemora o “Outubro Rosa”, campanha mundial focada no combate ao Câncer de Mama, esta doença que ainda apresenta números exorbitantes.
Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, são mais de 57 mil novos casos a cada ano no país, com cerca de 12 mil mortes. É a segunda maior causa de morte da mulher brasileira. Mais de 30% dos tumores são descobertos já em estágio avançado, o que diminuem as chances da paciente na luta contra a doença. Sendo diagnosticado precocemente, as chances de cura podem chegar a 95%, pois um tumor leva em média, 10 anos para alcançar um centímetro, porém a cada seis meses dobra de tamanho.

Por isso a *PREVENÇÃO, é o melhor caminho.

√ O auto-exame sistemático.

√ Manter hábitos saudáveis ao longo da vida.

√ Existe uma relação entre a obesidade e o câncer de mama, especialmente em mulheres após a menopausa. Controle o peso, adote uma alimentação saudável e pratique atividade física.

√ O acompanhamento médico é fundamental para todas as mulheres, pelo menos uma vez por ano. Se perceber algum sinal ou sintoma suspeito, consultar o  astologista ou o ginecologista o mais breve possível.

√ A MAMOGRAFIA é o exame indicado para fazer o diagnóstico precoce do câncer de mama. O procedimento deve ser realizado anualmente em mulheres acima de 40 anos.

√ Se tiver casos na família, da doença, a atenção deve ser maior.

Amigas, vale à pena se cuidar!!! “Deus é o Grande Operador da maquinaria humana. No cuidado de nosso corpo, precisamos cooperar com Ele.” EGW

Telma Lima

*Fonte: José Luiz Esteves, membro da Sociedade Brasileira de Mastologia

Compartilhe este artigo

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter